(11)

(11)

Botox para Espasticidade

Gostou? compartilhe!


O acidente vascular cerebral, a paralisia cerebral, o traumatismo craniano e a esclerose múltipla são as lesões comuns do sistema nervoso central e podem levar ao aumento involuntário da atividade muscular, a espasticidade.

A espasticidade pode comprometer o movimento dos membros, o que, por sua vez, pode interferir na capacidade funcional das pessoas com estas doenças neurológicas.

O tratamento de reabilitação precoce é fundamental para os indivíduos com lesão do sistema nervoso central que apresentam a espasticidade, mas, em algumas situações, o aumento do tônus muscular dificulta a evolução do paciente nas terapias.

A toxina botulínica, conhecida como Botox para espasticidade, pode ajudar nestes casos

A toxina botulínica atua na junção neuromuscular, mais especificamente na vesícula pré-sináptica impedindo a liberação de acetilcolina.

A aplicação de toxina botulínica é um procedimento seguro e os efeitos adversos mais comuns são dor e hematoma no local da infiltração. A dor responde bem com uso de analgésicos simples.

Médico do Grupo de Reabilitação Neurológica do Hospital do Servidor Público Estadual e do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein e do Hospital São Luiz Itaim, o Dr. Sergio Akira Horita possui grande experiência na aplicação de toxina botulínica para a espasticidade.

Para saber mais sobre botox para espasticidade

Ligue para ou para ou faça uma cotação